Fórum Capixaba de Licenciaturas em Matemática

Em dezembro desse ano, acontecerá o V Fórum Nacional de Licenciaturas em Matemática, na Universidade Estadual de Londrina – UEL (Londrina – Paraná). O evento é promovido pela Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM) e coordenado pelo Grupo de Trabalho de Formação de Professores que Ensinam Matemática (GT7) da SBEM. O Fórum tem como objetivos debater a formação de professores nos cursos de Licenciatura em Matemática; refletir sobre políticas e práticas de formação de professores; debater as temáticas sugeridas pelos fóruns estaduais, bem como formular e comunicar propostas junto ao Ministério da Educação e à sociedade.

Precedendo o Fórum Nacional, realizaremos a etapa estadual do evento. Neste Fórum Capixaba, pretendemos reunir professores, pesquisadores e alunos de cursos de licenciatura em Matemática, professores de Matemática da Educação Básica, alunos de cursos de pós-graduação e membros da sociedade civil em torno de discussões relacionadas à formação inicial de professores de Matemática no Espírito Santo.

Data do fórum: 29 de outubro de 2014

Local de realização: Instituto Federal do Espírito Santo – Campus Vitória

Público-alvo: Alunos de Licenciatura em Matemática, Alunos de Pós-Graduação Stricto Sensu (Mestrado e Doutorado), Professores de cursos de Licenciatura em Matemática, Sócios da SBEM.

Comissão organizadora do fórum:
Maria Auxiliadora Vilela Paiva (Representante do GT7 da SBEM no ES)
Rony Cláudio de Oliveira Freitas (Diretor SBEM-ES)
Moysés Gonçalves Siqueira Filho (Vice-Diretor SBEM-ES)
Lauro Chagas e Sá (Primeiro Secretário SBEM-ES)
Maria Aparecida Ferreira Lopes (Segunda Secretária SBEM-ES)
Alex Jordane de Oliveira (Coordenador da Lic. em Matemática – Ifes/Vitória)
Thiarla Xavier Dal-Cin Zanon (Coordenadora da Lic. em Matemática – Ifes/Cachoeiro)
Magda Soares Xavier (Coordenadora da Lic. em Matemática – Ufes/Vitória)
Mirian Angeli (representante da Lic. em Matemática – Farese)
Dilza Coco (Professora da Lic. em Matemática – Ifes/Vitória)
Paula Baião Machado Vasconcelos (Professora da Lic. em Matemática – Ifes/Vitória)
Sandra Aparecida Fraga da Silva (Professora da Lic. em Matemática – Ifes/Vitória)

Apoio:
Coordenadoria do Curso de Licenciatura em Matemática do Ifes/Vitória
Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática – Educimat/Ifes

Programação:

09:00 – 10:00: Apresentação do fórum
10:00 – 12:00: Primeira parte de GDs

13:30 – 15:30: Segunda parte de GDs
15:30 – 16:00: Intervalo
16:00 – 18:00: Plenária para apresentação das discussões

Grupos de discussão:

GD1- Perfil docente: o quadro atual e o quadro desejável
Qual o perfil do docente que atua nas licenciaturas em Matemática (presenciais e à distância) no estado hoje? Existem grupos de docentes que atuam sistematicamente nesses cursos ou a rotatividade é alta? Como o grupo percebe essas questões? Como elas afetam (ou não) a formação do futuro professor de Matemática?

GD2- Recursos didáticos: quais são nossas necessidades? Como avançar?
Que tipo de recurso didático predomina nas licenciaturas em Matemática (presenciais e à distância) no estado hoje? Como são propostos? Sua qualidade é discutida no âmbito dos cursos? Como o grupo avalia essas questões? Há carência de material didático específico? No curso, há discussões sobre recursos didáticos e os alunos participam de elaboração de materiais didáticos?

GD3 – Prática de ensino: articulações possíveis entre a instituição formadora e a Educação Básica
Como a disciplinas de Matemática (conteúdo específico) se articulam com as disciplinas voltadas para a prática docente do futuro professor de matemática? Destacar experiências de articulação, obstáculos, dificuldades, etc

GD4 – Estágio supervisionado e Pibid: possibilidades e necessidades
Como o estágio curricular supervisionado tem efetivamente acontecido nas licenciaturas em Matemática no estado hoje (nos cursos presenciais e no EaD)? Detalhar papel do professor da universidade, do professor da escola e do estagiário, bem como horas dedicadas a cada tipo de atividade (ex. acompanhamento/observação de aulas, regência efetiva, planejamento, etc.). Como o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência (Pibid) tem se articulado com os cursos de Licenciatura em Matemática em nosso estado?

GD 5 – O Currículo do Curso de Licenciatura em Matemática
Como estão constituídas as matrizes curriculares das licenciaturas em Matemática (presenciais e à distância) no estado hoje? Quantas horas/aula por semestre são destinadas ao conhecimento específico e quantas à prática docente futura do licenciando? Como a prática de ensino enquanto componente curricular é tratada nas licenciaturas em Matemática no estado hoje?

inscrição
ATENÇÃO! 
Recomendamos que os participantes do Fórum Capixaba de Licenciaturas em Matemática façam leitura do texto A formação do professor de matemática no curso de licenciatura: reflexões produzidas pela comissão paritária SBM/SBEM.
_____________________________________________________________________

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s